Alunos do CI se classificam para maratona nacional de programação

setembro 23, 2015

FOTO EQUIPE CYBERIA do Centro de Informatica UFPBOs estudantes João Martins de Oliveira Neto e Mateus Lustosa Pires, do curso de Ciência da Computação, e Marcello Marques de Oliveira, de Engenharia da Computação, do Centro de Informática (CI) da UFPB, estão entre as 62 equipes brasileiras classificadas para a maratona nacional de programação que acontecerá em São Paulo, nos dias 13 e 14 de novembro.

A equipe da UFPB, cujo nome é Cyberia, participou da primeira fase da maratona regional, dia 12 deste mês, em Olinda, onde enfrentou 27 times de 07 universidades dos estados de Pernambuco e Paraíba. Para garantir um lugar na etapa final, os concorrentes fizeram uma prova com 12 questões de programação, em cinco horas, sob a coordenação da Sociedade Brasileira de Programação (SBC), promotora do campeonato. A prova testa conhecimentos de programação, teoria da computação, matemática e raciocínio lógico adquiridos na instituição de ensino.

Na primeira etapa, em todo o país, concorreram 639 times de 209 universidades, em 41 sedes regionais. Se os programadores de Ciência da Computação e Engenharia da Computação da UFPB se consagrarem entre as equipes vitoriosas na maratona nacional eles participarão da ICPC (International Collegiate Programming Contest), competição internacional de programação, em Puhket, na Irlanda, promovida pela Association for Computing Machinery.

Além de assegurarem uma vaga na competição nacional os estudantes receberam um certificado com menção honrosa e direito a estadia no Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada (IBTA), em São Paulo.

Os estudantes avaliam a importância da maratona afirmando que o estudo relacionado à prática de problemas relacionados a algoritmos computacionais fornece aos participantes ferramentas para resolver problemas não triviais da computação. Eles ressaltam o networking como de fundamental importância para construir uma rede de relacionamento com pessoas da área. Durante a maratona, em Olinda, ex-participantes falaram para os atuais competidores os benefícios para a construção da carreira profissional.

A possibilidade de o participante vir a ser convidado para um estágio em empresas como IBM, Facebook e Google foi também destacada pelos alunos da UFPB dentre as vantagens de integrar uma das equipes da maratona de programação.

Os integrantes da equipe Cyberia disseram que a contribuição do professor Vivek Nigam, do Centro de Informática, com ensinamentos e incentivo foi muito importante para o sucesso na maratona.

A Maratona de Programação é um evento da Sociedade Brasileira de Computação. Ela se destina a alunos de cursos de graduação e início de pós-graduação na área de Computação e afins (Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Sistemas de Informação, Matemática, etc). A competição promove nos alunos a criatividade, a capacidade de trabalho em equipe, a busca de novas soluções de software e a habilidade de resolver problemas sob pressão. Neste ano ocorre a vigésima edição da Maratona.

Fonte: Assessoria de Comunicação do CI.