CI /UFPB forma primeira turma de Matemática Computacional

junho 22, 2017

O Centro de Informática (CI) da UFPB realizou, na tarde de quarta-feira (21), no auditório da UFPB Virtual, a cerimônia de colação de grau de três alunos que formam a primeira turma de concluintes do curso de bacharelado em Matemática Computacional. Durante a mesma solenidade foi conferido o grau de bacharel a treze formandos de Ciência da Computação e a seis alunos que cursaram Engenharia da Computação.

As turmas, que concluíram os cursos no período 2016.2, elegeram como paraninfo o diretor do Centro, Hamilton Soares, e como patrono o professor Lucídio dos Anjos, atual vice-diretor da unidade de ensino.

O estudante Fernando Brito, do curso de Ciência da Computação, foi escolhido para ser o orador dos concluintes. Em sua saudação aos colegas, ele ressaltou que chegar à universidade e conseguir finalizar um curso superior ainda é um privilégio em nosso país, onde apenas 12 por cento obtêm um diploma universitário, média que cai para menos de 10 por cento quando se trata da região Nordeste.

O orador destacou de forma sucinta que o Brasil atravessa uma grave crise política, verbalizando a expressão “ Fora Temer” para deixar um registro de sua opinião, sendo aplaudido pela maioria dos que se faziam presentes na cerimônia de colação de grau. Homenageou os professores, para os quais pediu uma salva de palmas, e agradeceu aos seus pais e aos pais de todos os formandos pelo apoio incondicional para que um dia encerrassem essa etapa da vida acadêmica.

O juramento foi feito pela concluinte Suzane Gomes, do curso de Engenharia da Computação. A juramentista assumiu o compromisso de, em sua vida profissional, honrar os ensinamentos dos professores e atuar na carreira seguindo os princípios da ética e em prol do desenvolvimento social.
O professor Hamilton Soares, que representou a reitora Margareth Diniz, durante a sessão solene, disse aos formandos que se sentia honrado com a indicação do seu nome para paraninfo, mas que a condição que mais lhe enobrece é a de professor, profissão que exerce na instituição de ensino há mais de 20 anos.

Observou que ao totalizarem os créditos necessários para a conclusão de um curso os alunos levam consigo não apenas o aprendizado referente às disciplinas, mas também as ricas experiências herdadas da convivência diária com colegas e docentes, durante a qual acumulam vitórias e derrotas. Para ele, uma nota baixa que reprova durante o curso deve servir de estímulo para o aprimoramento, da mesma forma como na prática esportiva. “Os derrotados no esporte hoje são os vencedores de amanhã” , exemplificou.

Já o patrono da turma, o professor Lucídio dos Anjos, lembrou que da sua trajetória como aluno traz recordações dos ensinamentos, carinho e atenção dos professores, acrescentando que espera que em sua missão na docência esteja plantando boas sementes, contribuindo para a formação de bons profissionais e, acima de tudo, cidadãos conscientes da importância de conduzir a carreira com ética e dignidade.

Ao final da cerimônia, a direção do CI concedeu a ‘Láurea acadêmica Destaque da Graduação” aos formandos Lucas Aversari, egresso de Ciência da Computação; a Rômulo Lima, de Matemática Computacional, e a Suzane Gomes , de Engenharia da Computação. Essa distinção é concedida a alunos que durante a graduação obtiveram coeficiente de rendimento escolar superior a 8,0 e não foram reprovados em disciplinas. A Láurea acadêmica, na forma de certificado, foi entregue pelos professores Clauirton Siebra, Danielle Rousy e Lucídio dos Anjos.

A mesa que conduziu a colação de grau foi presidida pelo diretor Hamilton Soares e também integrada pelo vice-diretor do CI, Lucídio dos Anjos; pelo professor Roberto Quirino , coordenador do curso de Matemática Computacional; pela coordenadora do curso de Ciência da Computação, Daniela Batista Guedes Pereira, e pela coordenadora do curso de Engenharia da Computação, Thais Gaudêncio. O cerimonial foi coordenado pela secretária do CI, Maria de Lourdes Cavalcanti.

FONTE: Assessoria de Comunicação do CI