Conteúdos digitais criados pelo Lavid são exibidos nas TVs de beneficiários do Bolsa Família em Goiás

fevereiro 22, 2016

FOTO PROJETO DE INTERATIVIDADE COM MDS EXIBICAO EM RIO VERDE

Em Rio Verde, Goiás, o primeiro município brasileiro a desligar o sinal analógico de TV, o público do Programa Bolsa Família tem acesso a conteúdos sobre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) desenvolvidos pelo Núcleo de Pesquisa e Extensão – Lavid do Centro de Informática (CI). Os conteúdos digitais interativos já estão sendo exibidos para cerca de 7 mil beneficiários do Programa, desde a última segunda-feira, 15.

Rio Verde é o primeiro município brasileiro a ter as transmissões de TV em sinal analógico encerradas pelo Ministério das Comunicações que, até 2018, espera concluir o desligamento (Switch off) em todas as capitais e maiores cidades do país.

Os beneficiários do Programa Bolsa Família de Rio Verde passaram a ter acesso a imagens de melhor qualidade e a conteúdos exclusivos com informações essenciais sobre esse Programa, criado e gerenciado pelo MDS, em todo o Brasil.

Ao acessar essa programação, o telespectador que é do Bolsa Família pode saber, por exemplo, o dia de pagamento do benefício, mês a mês;  a localização dos CRAS (Centros de Referência em Assistência Social ) mais próximos de casa, além de informações sobre o Cadastro Único e respostas para todas as dúvidas relacionadas ao Programa.

Esses conteúdos digitais interativos criados pela equipe do Núcleo Lavid – UFPB estão embarcados em um set-top box (conversor de sinal digital) que foi doado pelo Governo Federal a cada um dos beneficiários do Bolsa Família de Rio Verde e que é conectado ao aparelho de TV.

Além desse aparelho, o Governo distribuiu, gratuitamente, uma antena e controle remoto para as famílias, de modo a permitir o acesso à imagem de melhor qualidade e a conteúdos interativos, desenvolvidos para esse público de baixa renda.

Em João Pessoa e nos demais municípios paraibanos o chamado “apagão analógico” está previsto para ocorrer apenas a partir de 2018. As famílias paraibanas cadastradas no Bolsa Família também irão usufruir dos benefícios dessa política de inclusão digital do Governo Federal.

No Lavid, a equipe de pesquisa, criação e desenvolvimento é integrada pelos professores e pesquisadores Guido Lemos, Valdecir Becker, Raoni Kulesza, Carlos Hacks, Thais Saraiva e Thais Gaudêncio; pelas jornalistas e pesquisadoras de TV digital, Madrilena Feitosa e Kellyanne Alves; além dos programadores George Nunes, Marcello Marques, Elcius Ferreira, Kevin Fernandes, Richelieu Costa,  José Alves Sobrinho Neto,Thiago Henrique; designers Ermeson David, Lucas Lacerda, Sarah Nóbrega e Jessé Luiz;  infografia, Rafael Toscano;  animação, Haroldo Cabral; câmera, Bruno Pacine; edição, Hermano Araruna; criação de jogos, Ana Neu.

Mais informações no link:

http://www.mc.gov.br/sala-de-imprensa/todas-as-noticias/institucionais/38932-desligamento-analogico-comeca-nesta-segunda-feira-em-rio-verde-go

 

FONTE: Assessoria de Comunicação do Centro de Informática –UFPB

17 de fevereiro de 2016