Cursos do CI recebem Selo de Qualidade Cinco Estrelas da Editora Abril

janeiro 22, 2019

Os cursos de Engenharia da Computação e Ciência da Computação do CI/UFPB receberam o Selo de Qualidade Cinco Estrelas da Editora Abril e estão entre os melhores do país. A nota máxima de avaliação foi comunicada, recentemente, pela equipe do Guia do Estudante 2019 às coordenações dos cursos.

Engenharia da Computação e Ciência da Computação da UFPB já constam na lista do seleto grupo de cursos classe A do GE Profissões Vestibular 2019 da Editora Abril. A publicação está nas bancas, mas ainda não está disponível na versão digital, no portal https://guiadoestudante.abril.com.br/

Engenharia da Computação é coordenado pela professora Thaís Gaudêncio e pelo professor Vitor Meneghetti. O bacharelado em Ciência da Computação tem em sua coordenação os docentes Gustavo Motta e Alan Moraes.

O curso de Ciência da Computação, que está completando 32 anos, já recebeu por três vezes o selo Cinco Estrelas da Editora Abril. O bacharelado em Engenharia da Computação é um curso novo mas que está entre os mais recomendados, pelo segundo ano consecutivo. Criado em 2010, matriculou a primeira turma em 2011.

Antes de conferir o Selo de Qualidade Cinco Estrelas a Engenharia da Computação e Ciência da Computação, o GE Profissões Vestibular 2019 solicitou que um grupo de professores, de outras instituições de ensino do Brasil, avaliasse as informações sobre os cursos, contida em formulário preenchido pela coordenação e enviado à equipe da Editora Abril, responsável pela publicação anual.

Para concorrer ao selo Cinco Estrelas de uma das mais renomadas editoras do país, as coordenações dos cursos responderam a um formulário com várias questões sobre qualificação do corpo docente, projetos de pesquisa, projetos de extensão, envolvimento de alunos de graduação em iniciação científica, infraestrutura dos laboratórios, condições de funcionamento das salas de aula, além da participação dos estudantes em intercâmbios no exterior e participação de docentes no mercado de trabalho.

As coordenações dos cursos atribuem a nota máxima ao trabalho e dedicação de professores, servidores e alunos, mas também ao alto nível de capacitação do corpo docente, com quase 100 por cento de doutores. Outros fatores também contribuíram para essa distinção, a exemplo da melhoria da infraestrutura laboratorial, a oferta de estágios para alunos em laboratórios de alta performance do CI, além de parcerias com empresas do ramo de informática que possibilitam estágio para alunos da graduação.

Outro ponto destacado é a participação dos alunos em projetos como Meninas na Computação e também do ramo estudantil IEEE ( Institute of Electrical and Electronic Engineers ) da UFPB, além de inserção em outras atividades de extensão do CI e da instituição.

FONTE: Assessoria de Comunicação do CI