Direção do CI discute parceria com centros de inovação tecnológica do Governo Federal e da Unicamp em SP

abril 5, 2017

O Centro de Informática (CI) da UFPB, que já se tornou referência na pesquisa inovadora e por formar recursos humanos com alto desempenho para atividades acadêmicas e profissionais, caminha agora para consolidar essa missão. Um passo significativo, nessa perspectiva, foi a visita, na semana passada, do vice-diretor do CI, Lucídio Cabral, e do assessor de Pesquisa, Waldir Roque, a centros de excelência em ensino e pesquisa da Unicamp e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), na cidade de Campinas, São Paulo.

A visita teve por finalidade ampliar a cooperação do CI com centros de pesquisa e universidades que se destacam pelo pioneirismo, inovação e alta produtividade em áreas da Computação.

Na Unicamp, a Universidade Estadual de Campinas, os professores conheceram as instalações físicas e projetos de ensino, pesquisa e extensão do Instituto de Computação (IC), que abriga o Programa de Pós-graduação em Computação. O Instituto tem sua origem no ano de 1969, quando foi criado o primeiro curso de Ciência da Computação do Brasil, e serviu de modelo para inúmeros outros programas de graduação em todo país.

No Instituto de Computação, os docentes do CI mantiveram encontros com o diretor Rodolfo Azevedo e com o coordenador do Programa de Pós-graduação em Computação, Júlio César Hernández, ocasião em que apresentaram as potencialidades do CI em diversas áreas e prospectaram meios de cooperação entre as duas unidades de ensino.

Outro momento importante na Unicamp foi a visita à Agência de Inovação (Inova) e ao Parque Científico e Tecnológico. A Inova tem atuado visando identificar oportunidades e promover atividades de estímulo à inovação e ao empreendedorismo. Já o Parque Científico e Tecnológico envolve um conjunto de áreas e em suas instalações abriga competências científicas e tecnológicas e laboratórios de inovação. O Parque busca promover o desenvolvimento e facilitar a execução de projetos de pesquisa inovadores, financiados tanto por instituições públicas quanto privadas.

Na Inova, foram recepcionados pelo diretor-executivo, Miltom Mori, e pelo diretor do Parque Tecnológico, Eduardo Gurgel. Os professores Lucídio Cabral e Waldir Roque realizaram um tour pelo Parque, acompanhados por Miltom Mori, o qual apresentou-lhes a infraestrutura e fez uma explanação dos projetos em curso e também de planos para o futuro da unidade. No local, tiveram a oportunidade de conhecer os centros de pesquisa e desenvolvimento das empresas Lenovo e Samsung, que funcionam na mesma área do Parque.

Fora da Unicamp, o roteiro incluiu uma visita ao Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), onde tiveram acesso ao Núcleo de Tecnologias Tridimensionais (NT3D). Através do coordenador do Núcleo, Jorge Vicente Lopes, os visitantes mantiveram contato com a equipe, conheceram pesquisas de última geração e acompanharam o funcionamento de impressoras 3D de alta resolução.

Numa avaliação sobre os resultados da visita ao CTI, os docentes do Centro de Informática afirmaram que os pesquisadores se mostraram muito receptivos ao intercâmbio técnico e científico, mas que a cooperação será definida à medida que projetos de interesse comum forem estabelecidos.

O CTI é um dos maiores centros de empresas dos setores de informática e telecomunicações do país e um dos principais polos científicos e tecnológicos da América Latina. Congrega competências na qualificação de produtos e processos, na engenharia de protótipos e produtos da Tecnologia da Info rmação, em projetos especiais de pesquisa e desenvolvimento, na informatização de sistemas socioeconômicos de meio-ambiente e em infraestrutura e aplicações na internet. O CTI está instalado em um terreno de cerca de 380.000 m2 com uma área total construída de 14.000 m2.

Tanto o vice-diretor do CI quanto o assessor de Pesquisa avaliaram a viagem como muito produtiva e ressaltaram, ainda, o encontro com pesquisadores do Centro de Estudos de Petróleo (Cepetro) da Unicamp. Houve uma reunião com os pesquisadores Célio Moschio e Manuel Correia, ocasião em que foram discutidos projetos que estão sendo conduzido s pelo Laboratório de Modelagem em Engenharia de Petróleo (Lamep) do CI e possíveis colaborações científicas e orientações de alunos em parceria.

FONTES: Assessoria de Comunicação do CI, portal da Unicamp e do CTI Renato Archer.