Direção do CI, Lavid e docentes apresentam propostas para implantação do primeiro polo de tecnologia de João Pessoa

maio 15, 2018

A direção do Centro de Informática (CI), o Núcleo de Pesquisa e Extensão Lavid e docentes do CI estão discutindo com a Secretaria de Ciência e Tecnologia (SECITEC) da Prefeitura de João Pessoa e empresários do setor de Tecnologia da Informação (TI) as primeiras ações que devem nortear a implantação do Polo de Tecnologia Extremo Oriental das Américas (Extremotec), criado em dezembro de 2017, pela Câmara de Vereadores.

No mais recente encontro do grupo, que aconteceu na quinta-feira, 10, no prédio da Prefeitura, em Água Fria, foram apresentadas pela SECITEC sugestões de locais para instalação do polo e iniciada uma discussão visando a formação de um comitê que avaliará quais empresas terão perfil para atuar no polo, além de estabelecer outros atributos essenciais para o seu funcionamento.

Os participantes entenderam que há um consenso quanto à necessidade de o grupo estreitar essa parceria, visando dar agilidade aos processos que o Extremotec está a demandar.

Além de dialogar com o poder público sobre as fontes de captação de recursos que irão garantir a implantação e expansão do polo, o grupo também abordou sobre os incentivos fiscais que o município garantirá às empresas instaladas no polo e que estão previstos na lei que criou o Extremotec, proposta pelo vereador Thiago Lucena, que compareceu à reunião.

Por se tratar da primeira iniciativa, em âmbito municipal, que reunirá um agrupamento de empresas, instituições de pesquisa científica como a UFPB e a Prefeitura da capital, visando o desenvolvimento tecnológico, aumento da produtividade e geração de emprego e renda, o grupo falou da importância de visitas a polos tecnológicos já consolidados no país, cujas experiências possam contribuir para o aperfeiçoamento do trabalho que está sendo feito na capital.

Nesse sentido, a SECITEC propôs que um representante de cada segmento integre uma comissão que, em 24 de maio, fará uma visita ao polo tecnológico de Florianópolis (SC), ocasião em que se terá a oportunidade de conhecer o modelo lá implementado e que já apresenta resultados positivos no contexto local.

Participaram da reunião o secretário de Ciência e Tecnologia, Durval Ferreira; a diretora da SECITEC, Vaneide Araújo ; o secretário da Receita Municipal, Adenilson Ferreira; o vice-diretor do CI, Lucídio Cabral; os professores Guido Lemos , Tiago Maritan e Daniel Faustino, representantes do Lavid; os professores Gilberto Farias e Teobaldo Bulhões Júnior, representando a comunidade docente do Centro; a jornalista Madrilena Feitosa, do CI. O ramo empresarial foi representado por Claudio Piomonte e Carlo Chianca Braga, da Sucesu.

FONTE: Assessoria de Comunicação do Centro de Informática (CI)