Engenharia da Computação do CI recebe Selo Cinco Estrelas do Guia do Estudante

setembro 1, 2017

O Curso de Engenharia da Computação do Centro de Informática (CI) da UFPB passou a fazer parte do seleto grupo de cursos superiores cinco estrelas do país. O curso recebeu nota máxima do Guia Estudante (GE) e vai figurar na lista dos mais recomendados pela publicação GE Profissões Vestibular 2018 da Editora Abril, que passa a circular em 16 de outubro.

A confirmação foi feita na quarta-feira, 30, pelo diretor de redação do Guia do Estudante, Fabio Volpe, em mensagem encaminhada à professora Thais Gaudêncio, que coordenou até recentemente o bacharelado em Engenharia da Computação, juntamente com o docente Ruy Altafim. A nova coordenação é integrada por Ruy Altafim e Vitor Meneghetti.

Antes de conferir o Selo de Qualidade Cinco Estrelas a Engenharia da Computação, o GE Profissões Vestibular 2018 solicitou que um grupo de professores, de outras instituições de ensino do Brasil, avaliasse as informações sobre o curso, contida em formulário preenchido pela coordenação e enviado à equipe da Editora Abril, responsável pela publicação anual.

Para concorrer ao selo Cinco Estrelas de uma das mais renomadas editoras do país, a coordenação do curso respondeu a um formulário com várias questões sobre qualificação do corpo docente, projetos de pesquisa, projetos de extensão, envolvimento de alunos de graduação em iniciação científica, infraestrutura dos laboratórios, condições de funcionamento das salas de aula, além da participação dos estudantes em intercâmbios no exterior e participação de docentes no mercado de trabalho.

Esse reconhecimento, segundo Thais Gaudêncio, deve ser atribuído ao trabalho e dedicação de professores, servidores e alunos, mas também ao alto nível de capacitação do corpo docente, com 95 por cento de doutores. Ela acredita que outros fatores também contribuíram para essa distinção, a exemplo da melhoria da infraestrutura laboratorial, a oferta de estágio para alunos em laboratórios como o Núcleo de Pesquisa e Extensão – Lavid, o Laboratório de Medidas e Instr umentação e o Laboratório de Sistemas Embarcados e Robótica (Laser).

Outro ponto destacado pela professora é a participação dos alunos em projetos como Meninas na Computação e também do ramo estudantil IEEE ( Institute of Electrical and Electronic Engineers ) da UFPB.

O curso de Engenharia de Computação foi criado em 2010 e o ingresso da primeira turma ocorreu em 2011. Atualmente, o curso conta com 324 alunos matriculados e 51 professores.

O selo Cinco Estrelas pode ser acessado no link.

 

FONTE: Assessoria de Comunicação do CI