INCLUSÃO DIGITAL EM ALTA NO CI/UFPB

maio 14, 2019

CI oferece curso de Microinformática para jovens de quatro comunidades

Projeto tem apoio da Secretaria do Orçamento Participativo da Prefeitura e Syncro

O Centro de Informática (CI) da UFPB, localizado no campus de Mangabeira, abre suas portas a jovens de quatro comunidades do entorno para oferecer curso de Microinformática Básica. A ação, que favorece a formação dos estudantes para o mercado de trabalho, foi iniciada, sábado, 11, com a primeira aula para 20 adolescentes do Portal do Sol, Rio do Cabelo, Jacarapé e Vila Vitória.

Os jovens, acompanhados de pais e familiares, foram recepcionados, às 8h30, pelo vice-diretor do CI, Lucídio Cabral; pela equipe do Programa de Educação Tutorial (PET) do CI, e pela assessora de Comunicação do CI, jornalista Madrilena Feitosa.

A abertura do curso, no auditório da unidade acadêmica, contou com a presença do secretário do Orçamento Participativo (OP) de João Pessoa, Francisco José , e dos representantes do OP, Aldaíres Rodrigues e Josemar Matias da Siva, além de Bruno Proença, gerente de Desenvolvimento da Syncro, empresa que desenvolve soluções na área de informática e apoiadora dessa ação de extensão universitária.

Em sua mensagem aos jovens alunos, o vice-diretor do CI informou que a universidade pública é um importante espaço de produção, acumulação e disseminação de conhecimento e que a extensão é uma das ações da UFPB que possibilita o compartilhamento desses saberes com a comunidade.

Ele ressaltou que o curso é apenas a primeira iniciativa do Centro, visando oferecer capacitação em Informática para moradores dessas áreas próximas ao campus de Mangabeira, adiantando que existe a possibilidade de os participantes serem engajados em cursos de níveis mais avançados, a exemplo do que prepara alunos de escolas públicas para a Olimpíada Brasileira de Informática (OBI).

O secretário do Orçamento Participativo, Francisco José, disse que o CI dá um exemplo de inclusão digital ao proporcionar uma formação dessa natureza para estudantes de comunidades onde problemas sociais e econômicos dificultam o acesso ao ensino superior. “Com essa iniciativa, o CI transcende barreiras físicas e leva educação de qualidade para a sociedade”, afirmou, destacando também a importância da parceria entre a UFPB e a Prefeitura.

O curso de Microinformática Básica está sendo ministrado por uma equipe de alunos dos cursos de Engenharia da Computação, Ciência da Computação e Matemática Computacional, todos integrantes do PET, sob a orientação do professor Lucídio Cabral. A carga horária é de 16 horas e as aulas são realizadas aos sábados, em um laboratório equipado com computadores conectados à internet.

 

FONTE: Assessoria de Comunicação do CI