Lavid e Laboratório de Redes do CI apresentam inovações tecnológicas a diretor da RNP e representante do CGI.br

agosto 16, 2017

Soluções inovadoras que anunciam os avanços da tecnologia em diversas áreas e que estão sendo desenvolvidas por equipes do Núcleo de Pesquisa e Extensão – Lavid e do Laboratório de Redes do Centro de Informática (CI) foram apresentadas, na última sexta-feira, 11, ao diretor de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Michael Stanton.

Ele esteve acompanhado da diretora do Instituto de Computação da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Tanara Lauschner, membro do Comitê Gestor da Internet (CGI.br).

  

Em visita ao Lavid, os representantes da RNP e do CGI.br conheceram o projeto de acessibilidade CineAD, um software que reconhece objetos e outras imagens nas cenas de um video e gera audiodescrição automática. A ferramenta vai beneficiar milhares de brasileiros com deficiência visual.

No laboratório eles também tiveram acesso ao “Rap web client” , um avançado e revolucionário sistema de preservação digital, e ao projeto de videocolaboração que inova ao possibilitar que até 75 fluxos de vídeo possam trafegar ao mesmo tempo e de forma independente.

  

A visita ao Lavid foi encerrada com a apresentação da plataforma de conteúdos digitais interativos, criada pela equipe e que já está disponibilizada para beneficiários do Bolsa Família e do Cadastro Único em todas as cidades onde o governo encerrou as transmissões de TV pelo sinal analógico.

No Laboratório de Redes, a primeira pesquisa apresentada a Michael Stanton e Tanara Lauschner foi o projeto da área de redes sensoriais industriais sem fio, através do qual foram desenvolvidas novas técnicas e protocolos em redes sensoriais, com foco em aplicações industriais. Dentre as experiências bem sucedidas do projeto, foram apresentados os resultados da implantação em empresas como a Guaraves e Alpargatas.

  

Na sequência, os visitantes conheceram o estado da arte da pesquisa Segurança em Redes SDN e os avanços obtidos pela equipe em experimentos na área de Internet das Coisas (IOT), especialmente o desenvolvimento de uma ferramenta que diminui a vulnerabilidade de sensores de batimentos cardíacos, utilizando tecnologia “bluetooth” e “low energy”.

O grupo de trabalho Actions do Laboratório de Redes apresentou inovações em segurança digital, uma área que demanda soluções, tendo em vista o aumento do registro de ataques cibernéticos, nos últimos anos. Outra iniciativa da equipe do laboratório é o estudo que propõe um modelo de otimização para o problema de alocação de rota e espectro em redes ópticas elásticas.

  

A RNP tem como principal incumbência promover o desenvolvimento tecnológico e apoiar a pesquisa de tecnologias de informação e comunicação, criando serviços e projetos inovadores e qualificando profissionais. Para isso, fornece às instituições públicas de pesquisa e de ensinos superior e tecnológico infraestrutura de redes avançadas que viabiliza e facilita a pesquisa colaborativa em diversas áreas do conhecimento.

O CGI.br tem a atribuição de estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil e diretrizes para a execução do registro de Nomes de Domínio, alocação de Endereço IP (Internet Protocol) e administração pertinente ao Domínio de Primeiro Nível “.br”. Também promove estudos e recomenda procedimentos para a segurança da Internet e propõe programas de pesquisa e desenvolvimento que permitam a manutenção do nível de qualidade técnica e inovação no uso da Internet.

  

FONTE: Assessoria de Comunicação do CI

FOTOS: Madrilena Feitosa