Professor da Unicamp fala da eficiência da criptografia para a proteção de dados e informações em palestra no CI

maio 5, 2017

A necessidade de garantir a segurança da informação no acesso à internet vem gerando um aumento significativo no nível de complexidade dos algoritmos de criptografia de mensagens. Exemplos de vulnerabilidades às quais estão expostas as empresas, instituições públicas e privadas e até o cidadão comum, por falhas nos sistemas de criptografia, foram apresentadas à comunidade acadêmica do Centro de Informática (CI), na manhã de quinta-feira, 04, pelo professor de Informática da Unicamp, Julio César López Hernandez.

O docente, que coordena o Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação do Instituto de Computação (IC) da Unicamp, em Campinas, São Paulo, abordou o tema “Implementação em Software de Algoritmos Criptográficos”, e respondeu a questões de estudantes e professores que comparecerem ao debate, no auditório do Centro.

Os algoritmos criptográficos são responsáveis por cifrar ou embaralhar as mensagens antes de serem enviadas aos destinatários. Na outra ponta, para o receptor da comunicação, os algoritmos criptográficos decifram ou organizam de forma legível as mensagens anteriormente cifradas. É dessa maneira que dados e informações podem ser compartilhados de forma segura em uma rede, através da internet.

Segundo Julio Hernandez, embora haja um aumento significativo no grau de sofisticação e eficiência dos algoritmos de criptografia, também há registros de ataques cibernéticos cada vez mais frequentes, que revelam grande expertise de especialistas em violar os sistemas de comunicação online.

Por cerca de duas horas, o palestrante apresentou uma visão geral sobre implementação em software de algoritmos criptográficos, incluindo conceitos básicos de criptografia simétrica e assimétrica. Em sua explanação, falou sobre alguns algoritmos de uso industrial, tais como o algoritmo padrão AES (Advanced Encryption Standard) e o algoritmo de assinatura digital EdDSA (Edwards Digital Signature Algorithm).Também destacou os tempos de execução desses algoritmos nos processadores Intel Haskell e Skylake, utilizando instruções vetoriais.

 

INTERCÂMBIO TÉCNICO-CIENTÍFICO

A visita do professor Julio Hernandez ao CI também contemplou uma reunião com docentes da unidade de ensino, no turno da tarde, ocasião em que foram estabelecidos os primeiros passos visando a formalização de um intercâmbio entre pesquisadores do Centro e do Instituto de Computação da Unicamp. Também ficou acertada a participação de um grupo de alunos do CI em workshop que o Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação da Unicamp realizará em junho deste ano.

A vinda de Julio Hernandez ao CI é um dos primeiros resultados de recente visita que o vice-diretor, Lucídio Cabral , e o assessor de Pesquisa, Waldir Roque, fizeram, no mês passado, a centros de excelência em ensino e pesquisa da Unicamp e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, na cidade de Campinas. A viagem teve por finalidade ampliar a cooperação do CI com centros de pesquisa e universidades que se destacam pelo pioneirismo, inovação e alta produtividade em áreas da Computação.

FONTE: Assessoria de Comunicação do CI